Neste post vamos abordar:

  • Como fazer o risoto perfeito
  • Tipos de arroz
  • Risoto barato de canjiquinha
  • Risoto Vegano

O segredo de um risoto perfeito está na precisão e na compreensão das reações químicas que ocorrem durante o processo de preparação. Aqui estão algumas dicas:

  1. Escolha o arroz adequado: Opte por variedades de arroz de grão curto, como o Arbório ou Carnaroli, que possuem alto teor de amido e ajudam a criar uma textura cremosa.
  2. O processo de tostar o arroz: Antes de adicionar o líquido, toste o arroz na manteiga ou azeite. Isso ajuda a selar os grãos, preservando sua forma e evitando que se desfaçam durante o cozimento.
  3. A importância do caldo: Utilize um caldo de qualidade, caseiro se possível, para realçar os sabores. O caldo deve ser adicionado gradualmente, permitindo que o arroz o absorva lentamente.
  4. Cozinhe em fogo baixo: O risoto deve ser cozido em fogo baixo para permitir que o amido seja liberado gradualmente, criando uma textura cremosa. Mexa constantemente para ajudar na liberação do amido e evitar que grude no fundo da panela.
  5. Adicione ingredientes em momentos estratégicos: Adicione ingredientes complementares, como legumes ou queijos, em estágios específicos para garantir que sejam cozidos adequadamente e contribuam para o sabor do prato.
  6. O ponto certo de cozimento: O risoto deve ficar al dente, com os grãos cozidos, mas ainda firmes ao morder. Evite cozinhar demais, pois o arroz pode se tornar empapado.
  7. A finalização: Ao finalizar o risoto, adicione manteiga ou azeite (veganos) e queijo ralado, mexendo vigorosamente para obter uma textura cremosa e brilhante.


Existem diferentes tipos de arroz que são amplamente utilizados na preparação de risotos. Aqui estão os três tipos mais comuns:

  1. Arbório: O arroz Arbório é o mais conhecido e amplamente utilizado para fazer risotos. Possui grãos curtos e arredondados, com alta capacidade de absorção de líquido e liberação de amido durante o cozimento. Isso resulta em um risoto cremoso e com textura macia. É uma ótima escolha para risotos clássicos.
  2. Carnaroli: O arroz Carnaroli é outro tipo de grão curto muito apreciado para risotos. É conhecido por sua capacidade de absorver líquidos sem perder a textura al dente durante o cozimento. O Carnaroli é considerado uma opção de alta qualidade, resultando em risotos cremosos e com sabor refinado.
  3. Vialone Nano: O arroz Vialone Nano é originário da região de Veneto, na Itália, e é amplamente utilizado na culinária italiana, especialmente para risotos. Possui grãos curtos e arredondados, com uma textura cremosa e ótima capacidade de absorção de líquido. O Vialone Nano é conhecido por sua resistência e capacidade de manter a forma durante o cozimento, proporcionando um risoto al dente.

Esses três tipos de arroz são os mais populares para risotos, mas também é possível encontrar outras variedades, como o Baldo, o Carnoli e o Maratelli. Cada tipo de arroz tem suas características específicas, mas todos podem resultar em risotos deliciosos, desde que sejam cozidos corretamente.

Creme de leite
A adição de creme de leite no risoto é uma questão de preferência pessoal e estilo de preparo. Tradicionalmente, os risotos italianos não incluem creme de leite, pois a cremosidade é obtida através da liberação de amido do arroz durante o cozimento. No entanto, em algumas receitas modernas, o creme de leite pode ser utilizado para proporcionar uma textura mais rica e cremosa ao prato.

Você sabia que é possível fazer risoto com canjiquinha?

O risoto de canjiquinha é uma variação deliciosa e reconfortante do tradicional risoto italiano. Aqui está uma receita básica para prepará-lo:

Ingredientes:

  • 1 xícara de canjiquinha
  • 1 cebola média, picada
  • 2 dentes de alho, picados
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 litro de caldo de legumes (ou água)
  • 1/2 xícara de vinho branco seco (opcional)
  • 1 xícara de queijo coalho ou queijo minas frescal, cortado em cubos
  • Salsa ou coentro fresco picado, para finalizar
  • Sal e pimenta a gosto

Instruções:

  1. Em uma panela, aqueça o azeite de oliva em fogo médio. Adicione a cebola picada e o alho e refogue até ficarem macios e levemente dourados.
  2. Adicione a canjiquinha à panela e refogue por alguns minutos, mexendo constantemente, para envolver os grãos no azeite e nos temperos.
  3. Se estiver usando vinho branco, adicione-o à panela e cozinhe até que o líquido seja absorvido.
  4. Aos poucos, adicione o caldo de legumes (ou água) à panela, cerca de 1/2 xícara por vez, mexendo constantemente. À medida que o líquido é absorvido, adicione mais caldo, continuando o processo até que a canjiquinha esteja cozida e tenha uma textura macia, porém ainda al dente. Isso geralmente leva cerca de 30-40 minutos.
  5. Quando a canjiquinha estiver quase pronta, adicione os cubos de queijo coalho ou queijo minas frescal ao risoto e misture até que o queijo derreta e incorpore ao prato.
  6. Tempere com sal e pimenta a gosto.
  7. Retire do fogo e finalize com salsa ou coentro fresco picado por cima.
  8. Sirva o risoto de canjiquinha quente, apreciando toda a sua cremosidade e sabor reconfortante.

Risoto vegano

Risoto é um prato vegano, não precisa de queijo, leite, nem nada para ter cremosidade, mas selar o arroz que você vai ver a magia do amido em ação. 

Falando como chef de cozinha, eu diria que ele é até mais gostoso sem leite, creme de leite e são poucos queijos que tem um papel importante. Faça seu risoto como descrevemos acima, adicione vegetais assados, a crocância das castanhas e nozes são muito mais interessantes que o peso da gordura dos queijos de sabor forte, claro, minha opinião.

Temos noites Italianas no nosso espaço. Com risotos, pizzas, brusquetas e muita coisa legal.

Nosso Chef


Daniel Francisco de Assis

Engenheiro Ambiental
Chef de Cozinha
Autor do Livro Suco Vivo

Faça seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}

Descontos especiais para membros da nossa Comunidade

Entre para nosso grupo do zap

Lista de espera Você gostaria de ser avisado, caso alguém desista?